segunda-feira, 25 de julho de 2011

Estudo revela importância da formação continuada para o aprendizado

Alunos orientados pelos melhores professores podem aprender até 68% mais que aqueles que não têm um docente de grande qualidade à frente da turma. Essa é a conclusão do estudo “Caminhos para Melhorar o Aprendizado”, realizado pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República em conjunto por diversas instituições. O estudo ressalta ainda que a educação continuada do educador é fundamental para seu desempenho em sala.

Com essa formação, segundo especialistas, o docente aprende a lidar com o magistério de fato e encontrar formas de adequar seu conhecimento à realidade dos alunos. A quantidade de alunos por sala, apoio e estrutura da escola também se mostram fundamentais para esses resultados.

A compilação reúne dados a partir de experiências em salas de aula que obtiveram resultados positivos para o aprendizado. De acordo com o documento, os textos analisados e tornados públicos demonstram que “uma boa escola e um bom professor são indispensáveis para o aprendizado do aluno”.

Professor, qual é a sua opinião sobre o estudo? Você considera importante a formação docente? Quanto você acha que o aproveitamento do professor nesses cursos interfere no aprendizado dos alunos?

Confira a matéria completa aqui.

Continue lendo >>

Programa estimula futuros cientistas

O Programa Ciência Hoje de Apoio à Educação (PCHAE) estimula também os estudantes a se tornarem futuros cientistas. Durante o encerramento da última edição do programa no Rio de Janeiro, o Diretor Adjunto do Instituto Ciência Hoje, Franklin Rumjanek, falou sobre a motivação dos estudantes participantes a escolherem a carreira científica. No vídeo abaixo você vê o exemplo do aluno Matheus de Paula, que pode se tornar, quem sabe, um futuro cientista?!

Continue lendo >>

Dica de livro: O menino que perguntava

Divulgação

Imagine um menino esperto e muito perguntador, que queria entender um pouco de tudo. Sempre que alguém falava algo, imediatamente ele já retrucava com muitas interrogações sobre o assunto. Na aula com a mão sempre levantada, pronto para soltar as perguntas que lhe escapam boca afora.

Essa é a estória contada em "O Menino que Perguntava", do jornalista Ignácio de Loyola Brandão. De tanto, mas tanto perguntar, o menino foi aprendendo, por exemplo, quem empurra o tempo para que ele ande depressa?
Ao final do livro, o pequeno leitor, cada vez mais curioso por descobrir todas as respostas do mundo, encontra ainda um caderno de 107 perguntas para tentar ele mesmo descobrir as respostas.

Uma boa dica para trabalhar com seus alunos curiosos, não é mesmo?

Livro: "O Menino que Perguntava"
Autor: Ignácio de Loyola Brandão
Editora: Objetiva
Valor: R$ 34,90
Como comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site.

Continue lendo >>

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Professor, que tal postar seu experimento?

Essa semana completamos 10 experimentos postados pelos professores no portal Casa de Curioso. Você, professor, que ainda não participou dessa iniciativa, que tal preparar uma produção com seus alunos e concorrer à premiação?

Para você que ainda não produziu um experimento, aí vão algumas dicas:

Primeiramente, seria interessante definir qual é a pergunta-problema que o seu experimento vai responder. Essa é a chave de todo o experimento. Depois, deve-se listar todos os materiais necessários, o passo a passo de como proceder e o que aconteceu, ou seja, qual é a explicação científica da sua experiência.

Você precisa definir um formato da sua produção (vídeo, fotonovela, animação, ilustração etc). No portal Casa de Curioso (http://casadecurioso.com.br/experimento.php) você encontra muitos exemplos de experimentos já postados, inclusive por professores.

Também é interessante dar uma olhada nos tutoriais. Nesse aqui, por exemplo, você aprende como produzir um vídeo: http://casadecurioso.com.br/tutorial_video.php?id=18.

Lembramos que você pode sempre entrar em contato com o seu formador pelo canal “Alô, Formador”!

Aguardamos seu experimento no portal!

Continue lendo >>

quarta-feira, 6 de julho de 2011

+1 Rede Social

O Google+ por enquanto está aberto
apenas para convidados.

O Google lançou mais uma rede social que promete competir com o Facebook. O Google+, ou Plus, por enquanto está aberto apenas para convidados e já provoca a curiosidade na rede.

O ponto forte do Plus é a privacidade, calcanhar de aquiles do Facebook. No Google+, você não adiciona amigos diretamente à sua rede. Os contatos são organizados por círculos: família, amigos, colegas de trabalho, os gente-boa, os malas ou qualquer outra categoria – ou círculo – criada por você.

Continue lendo >>

Aguente esse barulho!

Inseto aquático que mede apenas 2 
milímetros foi considerado 
o animal mais barulhento do mundo.

Você sabe qual é o animais mais barulhento da Terra? Na certa você deve ter pensado em grandes animais, como o elefante ou a baleia azul. Mas uma pesquisa comprova que o animal mais ruidoso em proporção ao seu tamanho é um inseto aquático que mede apenas 2 milímetros, e que, para atrair as fêmeas, "canta" com uma potência de até 99,2 decibéis - equivalente ao som de uma orquestra assistida na primeira fileira.

Cientistas do Museu Nacional de História Natural de Paris e da Universidade escocesa de Strathclyde conseguiram gravar e medir pela primeira vez com microfones debaixo da água o som produzido pelo Micronecta scholtzi, um percevejo aquático.

Continue lendo >>

Respeito à ciência

Avatar mostra conflito entre humanos
e nativos do planeta Pandora.
Foto: Divulgação.

O cineasta James Cameron, autor da superprodução Avatar, acaba de ser nomeado explorador honorífico pela National Geographic Society. Embora o título pareça ser estranho, significa muito trabalho em prol das causas ambientais. Cameron trabalhará com a "National Geographic" em uma série de projetos com a emissora e a revista. Entre eles, uma série de documentários sobre o oceano, que quis realizar nos últimos 20 anos.

Continue lendo >>

Casa de Curioso comemora nove experimentos

Dos mais variados estilos – de fotonovela a ilustrações animadas - os experimentos postados por professores no portal Casa de Curioso comprovam os mais diversos fenômenos. Produzidos por docentes de escolas municipais do Rio de Janeiro, os nove vídeos chamam a atenção pela diversidade.

Desde o primeiro experimento postado, sobre como simular um vulcão em erupção, os professores já produziram experimentos abordando a prevenção à dengue, combustão espontânea, ponto de congelamento da água e mistura e produção de novos materiais. Por meio das produções, os docentes e seus alunos mostram ainda como simular o lançamento de foguetes e até como apagar uma vela sem assoprá-la.

Parabéns aos professores participantes! Esperamos novos experimentos!
Confira as produções em: http://casadecurioso.com.br.

Continue lendo >>